17 julho 2010

O Ciclista e a Lei - Episódio de Hoje: Bikes nos Trens e Metrô de SP.

Os ciclistas já podem transportar suas bicicletas nos trens do Metrô e da CPTM. Denominado "Ciclista Cidadão", o projeto é uma ação conjunta das duas empresas, por intermédio da Secretaria de Estado dos Transportes Metropolitanos.

A campanha "Ciclista Cidadão" proporciona uma nova alternativa para os deslocamentos urbanos voltados ao lazer, ao esporte e à vida social, além de gerar benefícios ao meio ambiente, já que o transporte sobre trilhos e as bicicletas não são poluentes.

Veja abaixo a "cartilha"  do ciclista:


Na minha opinião, ainda estamos longe do ideal, mas já é um começo.

Seria bom poder embarcar as bicicletas de segunda a segunda, facilitando o deslocamento dos ciclistas até o trabalho mas, conhecendo o Metrô de SP como eu conheço, isso é impossível hoje, principalmente nos horários de pico. A limitação de 4 bicicletas por vez também não é animadora...

Seria bom que fossem construídas rampas para facilitar o acesso dos ciclistas ao embarque, fico imaginando se isso está previsto nas novas estações que estão sendo construídas na cidade. Não é qualquer um que consegue subir e descer escadas carregando uma bicicleta. A minha, por exemplo, é bastante pesada e grande, o que torna a tarefa um verdadeiro mico.

Me lembro bem do quanto fiquei admirada ao ver os ônibus com suportes frontais para bicicletas sendo utilizados em Los Angeles, e de como fiquei torcendo para que algo assim pudesse funcionar aqui. Outro dia li numa matéria que já estão sendo feitos testes com esse tipo de ônibus aqui em São Paulo. Espero que dê certo, mas esta, como qualquer outra, é uma iniciativa que deve contar com o apoio de todos: dos ciclistas e motoristas aos demais usuários do ônibus. E também é bom torcer para que os ladrões resolvam dar uma folga para que os ciclistas e suas bikes cheguem sãos e salvos a seu destino.

É isso aí, bom final de semana para todos!
Beijokas da Fernanda.

3 comentários:

Mário disse...

Moro em Brasília. Aqui é possível entrar no Metrô de bicicleta em qualquer horário que ele funcione: segunda a sábado, de 6h00 à 23h30, e domingo, de 06h00 à 19h00. O acesso é para o último vagão e não há restrição de quantidade de bikes. No entanto, é lógico que nos horários de pico fica bem apertado.
Mas já é um começo.

Lady Guedes disse...

OI, Mário!
Brasília é uma cidade especial. Sei disso porque morei aí dos 4 aos 22 anos.
Em setembro passado, quando estive aí para visitar minha mãe, fiquei morrendo de inveja das faixas de pedestre, onde basta pisar ou sinalizar com as mãos que os carros já têm que parar. Agora sabendo dos horários livres para embarque de bicicleta nos metrôs, então... estou babando de inveja!
Na minha adolescência, eu pedalava para todas as direções aí na cidade. É lógico que não havia tantos "bairros" novos como hoje, mas eu visitava amigos no Lago e ia de uma ponta a outra das asas norte e sul sem problemas.
Infelizmente aqui em São Paulo o transporte público é insuficiente e os ciclistas têm que enfrentar umas boas ladeiras, coisa que aí em Brasília praticamente não se vê. Mas tenho esperança que a cidade melhore, por isso faço a minha parte.
Bjs e obrigada pelos comentários.
Fernanda

Mário disse...

Aqui em Brasília também não é nenhuma maravilha não! Não à toa somos conhecidos como a cidade dos carros. O transporte público está entre os piores e mais caros do país. O metrô que tem acesso livre pra bikes tem o horário de funcionamento restrito e suas rotas beneficiam poucos. Não há integração. Para trabalhar nada dá pra usar. Não tem uma estação próxima do trabalho. Mas sempre que posso utilizo o Metrô e bike juntos.