25 novembro 2010

A primeira compra do mês (sem carro).

Vocês já sabem que eu vendi o carro há uns dois meses, né?
Então... de nada adiantou eu falar para a Roberta ir me avisando toda semana sobre as coisas que estavam faltando, de modo que eu pudesse fazer as compras aos pouquinhos, trazendo tudo na LadyBike.
Ela ainda não se organizou mentalmente para isso e, no começo da semana, me apareceu com uma lista enorme. Resultado: lá fui eu fazer compras do mês no Zaffari do Shopping Bourboun Pompéia.
Peguei um ônibus na ida, mas para voltar não havia outra escolha, tive que pegar um taxi. E dos grandes, com um porta-malas generoso.
Não bastasse o stress a que sou submetida todas as vezes que tenho que passar por esse suplício de gastar uma fortuna no supermercado, ainda tive que ficar de pé, numa fila gigantesca, esperando por um taxi que não chegava nunca, enquanto o céu desabava em pedras de granizo e a rua começava a alagar.
Como não é a primeira vez que fico ilhada naquele shopping, pensei: já era... Eu e minhas compras vamos boiar bonito e eu vou para casa nadando de braçadas e contra a correnteza.
Mas, alguém lá em cima mexeu uns pauzinhos e eu consegui um taxista bem simpático que não só me trouxe até em casa rapidinho como também me ajudou a descarregar as compras.
Não vou mentir, foi difícil e eu senti saudades do Dobló...
É claro que a chuva de granizo piorou a situação, mas convenhamos: uma casa com criança, cachorro e empregada consome muito! Será que eu vou conseguir ser sustentável administrando a casa? Eu não quero desanimar, mas das duas uma: ou a Roberta organiza a cabecinha ou eu compro uma bicicleta com baú, dessas de fazer entrega. Pelo que eu conheço de nós duas, a segunda opção é a mais viável...
Beijokas da Fernanda.
Na parada do ônibus, eu e meu Bilhete Único. O sapo é o charme...
Gente, desculpa a loucura, mas eu ADORO um Papai Noel! Não consigo resistir... Antes das compras, fui ter um dedo de prosa com o bom velhinho. O que eu pedi é segredo, mas se ele trouxer mesmo, eu conto pra vocês. ;)
Show de cores no supermercado. Aqui o humor ainda estava intacto.
Na fila do taxi, preocupada com a chuva de granizo. Meu sabão em pó não sabe nadar, não, gente!
Enfim, um taxi, mas, putz, esqueci os ovos no caixa! :-(
Avenida Sumaré. Ou seria melhor mudar para riacho Sumaré? ;P

4 comentários:

manouchk disse...

Isso que é ser sustentável!

São exemplos como você que podem ajudar outros a fazer essa mudança para sustentabilidade total!

Eu estou investigando para tentar ficar com um carro a menos e ir trabalhar de bicicleta todos os dias. Ainda, não estou pronto para essa mudança!

Emmanuel,
Blog Vitória Sustentável
http://manouchk.blogspot.com/
@manouchk

Simone Miletic disse...

Oi Moça!

Uma sugestão: o sondadelivery.com.br.

Eu estou usando já tem um ano, or produtos tem os mesmos preços da loja e você paga uma taxa de R$ 10,90 para a entrega na sua casa, na data em que você marcar, tudo embalado em caixas de papelão e separado por tipo de produto.

Eu virei fã do serviço: além de não ter de usar o carro eu economizo tempo.

Assim só preciso fazer pequenas compras ao longo do mês de produtos menos pesados e posso fazer a pé ou de bike no Pão de açúcar perto de casa.

Beijos

Lady Guedes disse...

Simone, obrigada pela dica. Vou experimentar em dezembro, com certeza!
Bjks
F

Anônimo disse...

Também tem o Pão de Açúcar Delivery, que é um pouco mais caro, mas acho que vale a pena.