23 junho 2010

Almoço + Cineminha

Hoje fui almoçar com minha querida amiga (e assessora de imprensa) Erika Balbino, da Baobá Comunicação, no Pasquale, um restaurante bem gostoso que fica aqui perto de casa.

Subir a ladeira da rua Amália de Noronha não foi fácil, eu nunca tinha notado como ela é íngreme! Minhas pernas ficaram bambas, mas consegui a façanha.

O que eu mais gosto no Pasquale, além da comida e do vinho que são ótimos, é que sempre encontro alguém por lá. Hoje mesmo encontrei o Ignácio de Loyola Brandão que almoçava por lá com um amigo e ficamos batendo um papo, pondo em dia a conversa, já que não nos víamos há uns bons três anos. Ele é uma das pessoas mais doces que conheço, de uma simpatia, generosidade e simplicidade cativantes.

Na saída, outro encontro, dessa vez com a simpática e talentosa doceira chique Juliana Motter, da Maria Brigadeiro, que é uma verdadeira maravilha: tem brigadeiro de tudo quanto é jeito. Fui na inauguração da nova loja na rua Capote Valente e até hoje meu filho fala da "festa do brigadeiro"... Não sei como ele não teve uma dor de barriga de tanto brigadeiro que comeu!

Depois, com a tarde livre, resolvi ir ao cinema para assistir ao mais recente filme do Polanski, "O escritor fantasma". Adorei a sala 10 do Espaço Unibanco Pompéia. As cadeiras são enormes, uma baita mordomia. Pena que uma velhinha insistia em roncar ao meu lado. Culpa do estofamento macio, com certeza! Ah, em tempo: o filme é excelente. E eu adoro o Ewan McGregor, acho ele um charme. Mas o que me impressionou mesmo foi a atriz que faz o papel de mulher do Pierce Brosnan no filme, Olivia Williams, uma mulher sem Botox, sem plástica, totalmente linda, ao natural.

O estacionamento de bicicletas do Shopping Bourbon Pompéia, eu já mencionei aqui, é uma maravilha. Deixei minha LadyBike lá sem stress e fui curtir meu filminho porque ninguém é de ferro e trabalhar "por conta" só vale mesmo por causa disso: não ter que dar satisfação pra ninguém.

Na volta ainda passei na Americanas da Avenida Sumaré para ver se achava um Toblerone branco para o meu filhote, mas não tinha... Que pena! Mas em compensação, eles têm um bicicletário com vaga para 4 bikes e tinha um cachorro "estacionado" lá com roupa de segurança. Achei chique!

Beijokas da Fernanda.

Chegando ao Pasquale, pernas em colapso por conta da ladeira.
A LadyBike devidamente estacionada, ornando a fachada do restaurante. ;)

2 comentários:

Ricardo disse...

Poxa, Fernanda! Que saudade de você e de Sampa (morei aí uns quase 3 anos, entre Jardim Paulista e Paraíso). Legal que vc é blogueira tb! Beijos do quase primo Ricardo!!!

Lady Guedes disse...

Poxa, Ricardo... Se eu disser que não me lembro de você, por favor, não fique triste. Mas não consigo ligar o nome à época, ou à pessoa.
Vc se importaria de refrescar minha memória depauperada?
:-)
Fernanda