15 outubro 2010

Dentista + Cinema + Happy Hour

Sexta-feira, que beleza! Melhor ainda com a tarde livre. Peguei minha LadyBike, sem culpas e sem medo de ser feliz, e rumei para o Itaim Bibi onde tinha um único compromisso: dar um jeito num dente que eu quebrei comendo pão de cereais. Isso mesmo! Sabe aqueles pães cheios de sementes? Eu adoro, como quase todos os dias. Pois é, como eu ia dizendo, na sexta-feira passada estava eu posta em sossego, bebericando um vinho e comendo umas gordas fatias desse pão, quando mordi uma sementinha e senti (e ouvi) um "crack". Daí em diante, não tive mais sossego. Primeiro porque toda vez que eu mordia, o dente doía; e segundo porque o telefone do consultório da minha dentista, Marisa Securato, não estava funcionando. Maldita Telefonica! Enfim, resumindo a ópera, assim que ela soube que eu estava em apuros, arranjou um tempo para me atender. Privilégio de cliente (e amiga) de muitos anos. Aliás, tantos que nem vou mencionar quantos.
Depois de remendar a tal rachadura, pedalei até o Kinoplex Itaim a tempo de pegar a sessão das 16h30 de "Tropa de Elite 2", mas sem pipoca, please! Não quero rachar outro dente tão cedo.
Gostei do modo como eu e minha LadyBike fomos recepcionadas no estacionamento do, peraí, como se chama o local onde fica o Kinoplex? É um shopping? Uma praça? Enfim, todos muito gentis, um paraciclo decente, grátis e, o melhor, paguei meia-entrada com meu Visa. Uau! Ganhei a tarde.
O filme é muito bom, mas acabou bem na hora do rush e eu não estava nem um pouco a fim de me meter naquele mar de carros, então fui dar umas voltas. Fiquei paquerando uns livros na Saraiva, depois sentei na Braugarten e pedi uma taça de vinho branco, um Chardonnay. Deu fome e eu, empolgada com a criatividade do cardápio que batizava as saladas com nomes de divas alemãs, pedi uma Claudia Schiffer, que prometia folhas verdes, abobrinha grelhada, cestinha de brie e cogumelos selvagens. Mas, diferentemente da louraça germânica, a salada era decepcionante pessoalmente. A tal cestinha de Brie, que eu imaginei crocante por fora e macia por dentro, era um chiclete sem gosto mergulhado em molho de tomate. Eca! Fui salva por uma cestinha de pão preto. Juro que quase tive que tampar o nariz para comer aquilo. Nota para mim mesma: primeira e última vez que como nesse local. Também, quem mandou entrar numa cervejaria alemã e resolver pedir salada ao invés de salcichões e joelho de porco, certo? O erro foi meu. Mea culpa, mea maxima culpa.
Voltei para casa por volta das 20h30, ainda com tráfego intenso. Mas cheguei bem. Com fome, mas bem.
Beijokas da Fernanda.

Trânsito na João Cachoeira. É sempre assim, então qual a surpresa?
LadyBike me esperando no saguão do consultório.
Tem coisa melhor que ver revista na sala de espera?
Paraciclo do Kinoplex. Minha bike era a mais linda, claro!
Sala 6 - Tropa de Elite 2 - Última fileira, poltrona 12.
Por essas e por outras, eu amo esta cidade. Coisa linda!
Paquerando os livros...
Fala sério...
Eu estou pobre ou os livros é que estão caros?
O vinho era decente.
Já a Claudia Schiffer... :-/
Não adiantou muito fazer uma horinha: olha o trânsito!
20:36 - quase chegando em casa...

4 comentários:

Luiz Dranger disse...

Fernanda,
Vc escreve bem. Vou tentar levar a capa de chuva (já separada) as 9hs na USP, no encontro do Olavo. Veremos se chego em tempo.
Luiz

Lady Guedes disse...

Pena que nos desencontramos...
Obrigada pelos comentários!
:)
Fernanda

marisa disse...

Fernanda,adoro seu blog e fiquei feliz pela citação e as fotos!!!
Beijo.
Marisa

Lady Guedes disse...

Querida Marisa,
Eu é que fico feliz em poder citá-la aqui.
Bjks
F